Sinopec inicia em Julho prospecção na Zona de Desenvolvimento Conjunto Nigéria-São Tomé e Príncipe

23 June 2009

Lagos, Nigéria, 23 Jun – A China Petrochemical and Chemical Corporation (Sinopec) vai iniciar a perfuração dos primeiros poços de prospecção na Zona de Desenvolvimento Conjunto Nigéria-São Tomé e Príncipe em Julho, informou a agência noticiosa Bloomberg.

Citando funcionários da Zona de Desenvolvimento Conjunto (ZDC) que jusfificaram o atraso com a inexistência no mercado de plataformas para águas profundas para arrendar, a agência diz que a Sinopec pretende agora acelerar a prospecção no Bloco 2.

“A plataforma de águas profundas transoceânica SEDCO-702 deverá chegar ao Bloco 2 por volta de 1 de Julho, posto o que a perfuração começará de imediato”, disse um dos funcionários.

Tanto um quadro da Sinopec como os funcionários da ZDC escusaram-se a especular sobre as reservas potenciais do bloco, mas informações do sector apontam para uma estimativa de 275 milhões de barris.

A Zona de Desenvolvimento Conjunto Nigéria-São Tomé e Príncipe foi criada pelos dois países em 2001, tendo o respectivo tratado definido e demarcado um polígono de cerca de 36 mil quilómetros quadrados no qual as duas Zonas Económicas Exclusivas se sobrepõem, criando uma área binacional de exploração de recursos naturais.

O Tratado prevê que caberá à Nigéria uma parcela de 60 por cento das receitas da exploração de petróleo na zona conjunta, a começar pelos “bónus de assinatura” de blocos e os 40 por cento restantes cabem a São Tomé e Príncipe, sendo que as reservas totais estão avaliadas em 12 mil milhões de barris. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH