Empresas portuguesas prontas a ajudar Angola na criação de uma indústria exportadora

24 June 2009

Luanda, Angola, 24 Jun – O secretário-geral da Associação Comercial de Lisboa (ACL), Pedro Madeira Rodrigues, manifestou terça-feira em Luanda a disponibilidade das empresas portuguesas para colaborarem na criação de uma indústria exportadora angolana.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa após um encontro com a ministra do Comércio de Angola, Idalina Valente, Pedro Madeira Rodrigues sublinhou o interesse manifestado pela governante angolana em ter o empenho das empresas portuguesas na mudança do paradigma actual, passando da importação de bens generalizada para uma produção no país levando à diminuição das importações.

De acordo com o secretário-geral da ACL, que chefia uma missão empresarial a Angola constituída por cerca de duas dezenas de empresas, durante o encontro com Idalina Valente foram abordadas questões relacionadas com as prioridades do governo de Angola e nomeadamente do ministério do Comércio para os próximos anos.

Referiu ainda que, a deslocação da missão empresarial portuguesa a Angola serviu para “identificar o país como um mercado com potencial tremendo” em que “há ainda tanta coisa para se fazer” e que pela afinidade cultural e da língua “as empresas portuguesas podem participar neste esforço de reconstrução de Angola”.

“Muitas empresas vieram cá conhecer este mercado, estabelecer parcerias e começar já a projectar investimentos para Angola. Não vamos ficar só em Luanda, iremos também ao Lobito e a Benguela”, disse. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH