Técnicos de Taiwan elaboram estudo sobre recursos hídricos em São Tomé e Príncipe

25 June 2009

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 25 Jun – O plano geral de desenvolvimento de recursos hídricos em São Tomé e Príncipe realizado por técnicos de Taiwan e quarta-feira oficialmente apresentado em São Tomé necessita de 500 milhões de euros e de 31 anos para ser realizado.

O documento demonstra que a ilha de São Tomé tem recursos hídricos suficientes para abastecer a população de água potável, irrigação e construção de centrais hidroeléctricas mas, face ao seu custo, a ministra dos Recursos Naturais, Energia e Meio Ambiente reconheceu que não será fácil encontrar financiamento para executar o projecto.

“Onde encontrar (água) nós já sabemos, está identificado, como levá-la à população também está identificado. Agora vai ser difícil encontrar meios”, disse Cristina Dias, para acrescentar que tudo será feito para tentar mobilizar recursos para realizar o plano.

A ministra alertou para o facto de, em 31 anos, a situação actual poder alterar-se, caso o ambiente não seja protegido e mencionou a necessidade de preservar a floresta, combatendo o abate ilegal de árvores, e evitar a diminuição das chuvas, um dos dados subjacentes ao estudo agora apresentado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH