Portugal e Cabo Verde assinam acordos para criar linhas de crédito

30 June 2009

Lisboa, Portugal, 30 Jun – Portugal e Cabo Verde formalizaram segunda-feira em Lisboa a criação e alargamento de linhas de crédito para um valor global de 500 milhões de euros, destinadas a infra-estruturas habitacionais, portuárias e a projectos de energias renováveis em Cabo Verde.

Os três acordos foram assinados pelos ministros das Finanças dos dois Estados, à margem da reunião de ministros das Finanças da Comunidade de Países Língua Portuguesa, que decorreu segunda-feira em Lisboa.

O primeiro acordo é um memorando de entendimento com vista a criar uma linha de crédito de até 200 milhões de euros para financiamento de projectos no sector da habitação em Cabo verde, com a participação de empresas portuguesas.

Já o segundo acordo envolve a Caixa Geral de Depósitos, banco estatal português que já tem uma presença forte naquele país africano, e aumenta de 100 para 200 milhões de euros uma linha de crédito concessional anteriormente aberta para financiamento de infra-estrututuras portuárias.

Trata-se de uma adenda ao acordo que criou a primeira linha de crédito concessional.

Um terceiro acordo envolve o banco BPI e visa a criação de uma linha de crédito concessional de 100 milhões de euros para projectos de energia renovável, conservação do ambiente e mobilização de água em território cabo-verdiano.

Na reunião ministerial que decorreu em Lisboa, a primeira do género, participaram os titulares das pastas das Finanças de Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, o secretário de Assuntos Internacionais do Ministério brasileiro da Fazenda e ainda um representante do grupo Banco Mundial.

Os responsáveis das Finanças dos “oito” passam a partir de agora a reunir-se bienalmente e Angola vai acolher o próximo encontro, em 2011. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH