Comissão de Habitação de Angola anuncia construção de 110 mil casas com parcerias de empresas brasileira e israelita

1 July 2009

Luanda, Angola, 1 Jul – Cento e 10 mil casas começam a ser construídas a partir de Agosto próximo, numa parceria público/privada, anunciou terça-feira, em Luanda, o ministro do Urbanismo e Ambiente.

No final de uma reunião da Comissão Nacional do Programa Habitacional, José Ferreira, também porta-voz da comissão, disse que no primeiro projecto deverão ser construídas 10 mil habitações nas províncias do Bengo, Luanda, Huíla e Namibe, com a participação da construtora brasileira Odebrecht.

O segundo projecto, com a parceria do grupo israelita “RL”, prevê a edificação no país de cem mil habitações e deverá arrancar nas províncias do Bengo, Benguela, Namibe e Malanje.

José Ferreira informou que os projectos serão remetidos a Conselho de Ministros para aprovação, provavelmente, na próxima sessão, para logo a seguir se iniciar a construção maciça de habitação social.

O programa do Governo para os próximos quatro anos prevê a construção de um milhão de casas, visando oferecer condições de habitabilidade condignas aos cidadãos.

O ministro informou que durante a reunião foram ainda aprovadas duas cartilhas com informações sobre como o cidadão pode obter o terreno e como comprar uma casa pronta ou no sistema de auto-construção dirigida.

Disse ainda esperar a aprovação este mês de outras cartilhas com informações sobre o registo predial, sobre como os investidores podem ter acesso ao programa e sobre o acesso ao crédito para a aquisição da habitação ou materiais de construção para auto-construção. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH