Brasil e Japão apoiam projectos de desenvolvimento agrícola em Moçambique

3 July 2009

Maputo, Moçambique, 3 Jul – Uma missão de trabalho integrando membros de organismos de cooperação do Japão e do Brasil estiveram reunidos em Maputo para efectuar um estudo preliminar de um projecto de desenvolvimento agrário em Moçambique, de acordo com agências noticiosas.

Uma segunda missão nipo-brasileira, integrando membros da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA, na sigla em ingles) e da Embrapa e da Agência Brasileira de Cooperação, do Brasil, deverá deslocar-se a Moçambique para assinar um acordo tripartido que estipulará, entre outros aspectos, as áreas onde será desenvolvido o projecto e os produtos a serem desenvolvidos.

Falando em Maputo no final da visita que a missão de trabalho efectuou, o embaixador do Japão em Moçambique, Susumu Segawa, afirmou que ao longo dos últimos 30 anos o Japão e Brasil têm vindo a realizar conjuntamente um projecto de desenvolvimento agrário conhecido por “Desenvolvimento de Cerrado” e que tem tido resultados “bastante positivos” no desenvolvimento agrário.

Susumu Segawa afirmou ainda que o Desenvolvimento de Cerrado foi um dos projectos de desenvolvimento que melhor foram sucedidos na cooperação bilateral entre o Japão e o Brasil.

“O Programa de Cooperação Trilateral, que se pretende entre Moçambique, Japão e Brasil, não só promoverá um intercâmbio a nível técnico e académico mas também tornar-se-á numa base para a cooperação no domínio das relações exteriores destes países”, disse o embaixador.

O projecto Desenvolvimento do Cerrado visou incoporar terras consideradas improdutivas por problemas decorrentes da existência de alumínio nocivo e a deficiência de nutrientes químicos no solo no processo produtivo com a correcção adequada do solo combinada com adubação compensatória e a construção de infra-estruturas de produção. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH