Economia de Portugal contraiu-se 3,7 por cento no 1º trimestre

9 July 2009

Luxemburgo, Luxemburgo, 9 Jul – A economia de Portugal registou uma contracção de 3,7 por cento no primeiro trimestre de 2009, face ao trimestre homólogo de 2008, de acordo com as segundas estimativas para o período, quarta-feira divulgadas no Luxemburgo pelo Eurostat.

Mas se o Eurostat manteve o valor anunciado na primeira estimativa, agravou em um décimo de ponto percentual, de 1,5 para 1,6 por cento, a quebra da economia de Portugal registada no primeiro trimestre de 2009 em comparação com o trimestre imediatamente anterior.

A Zona Euro, por seu turno, viu a quebra do Produto Interno Bruto agravada em um décimo de ponto percentual, de -4,8 para -4,9 por cento, quando a comparaçao é feita com o período homólogo, tendo o Eurostat mantido inalterada em -2,5 por cento a estimativa da quebra do PIB no primeiro trimestre face ao último trimestre de 2008.

A justificar a contracção na Zona Euro está, de acordo com o gabinete de estatísticas europeu, o declínio de 0,5 por cento do consumo privado, a quebra de 4,1 por cento dos investimentos e a redução de 8,8 por cento das exportações.

As últimas estimativas do Banco Central Europeu, divulgadas no início de Junho, confirmam que a recuperação não chegará este ano, devendo a economia da Zona Euro cair entre 4,1 e 5,1 por cento este ano e entre 1 e 0,4 por cento em 2010. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH