Brasil reforça cooperação na área de biocombustíveis com Moçambique

16 July 2009

São Paulo, Brasil, 16 Jul – O governo brasileiro vai aprofundar a cooperação com Moçambique na produção de biocombustíveis, nos termos de um decreto assinado pelo presidente Lula da Silva e quarta-feira tornado público.

Os dois países vão executar um “plano de acção” para promover a cooperação e o intercâmbio na área dos biocombustíveis, com a participação de funcionários e especialistas governamentais, representantes dos sectores privado e do mundo académico.

“O plano de acção deverá ser elaborado em prazo não superior a 180 dias”, salientou o decreto publicado no Diário Oficial da União, órgão do Governo brasileiro.

Os termos do acordo fazem parte de um “memorando de entendimento” assinado entre os dois países, em Setembro de 2007, em Brasília, e aprovado pelo Congresso brasileiro, em Maio deste ano.

O Governo brasileiro compromete-se a elaborar, conjuntamente, projectos de cooperação técnica para capacitar recursos humanos do sector de biocombustíveis em Moçambique.

O Brasil ajudará ainda Moçambique a identificar parcerias com outros países e organismos internacionais interessados em apoiar projectos para o desenvolvimento de biocombustíveis.

A publicação do acordo decorre dias antes de uma visita do presidente de Moçambique, Armando Guebuza, ao Brasil, entre 19 a 21 de Julho, em resposta ao convite de Lula da Silva, quando esteve em Outubro do ano passado em Maputo.

No Rio de Janeiro, o mandatário moçambicano terá encontros com a direcção da empresa mineira Vale, a maior exportadora mundial de minério de ferro, seguindo dia 21 para Brasília, onde estará com Lula da Silva. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH