Governo de São Tomé e Príncipe atribui exploração de propriedade agrícola a empresa da Líbia

17 July 2009

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 17 Jul – O governo de São Tomé e Príncipe assinou quinta-feira com a empresa líbia Atico-African Investment um contrato de concessão por 20 anos para a exploração da antiga empresa agrícola Monte Café.

No âmbito do contrato, o Estado são-tomense concede à Atico-African Investment 239 hectares de terras cultiváveis, onde serão renovadas as plantações de café e de cacau.

O acordo prevê igualmente a recuperação de todas as infra-estruturas de produção da Monte Café e construção de outras novas, incluíndo habitação, num investimento inicial de três milhões de dólares.

Mais de 500 trabalhadores pertencentes à antiga exploração agrícola que continuam a residir em Monte Café vão ser admitidos para trabalhar para a empresa líbia.

Monte Café é uma empresa agrícola que ficou praticamente em situação de abandono desde que o Estado são-tomense se afastou da gestão das unidades agrícolas em 1989.

O representante da empresa líbia não precisou qual vai ser a produção de Monte Café nos próximos tempos, justificando que “as plantações de café estão extremamente degradadas e vão ter de ser todas renovadas”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH