Primeiro ministro de Cabo Verde defende rede de instituições para facilitar investimentos

28 July 2009

Cidade da Praia, Cabo Verde, 28 Jul – O primeiro-ministro cabo-verdiano defendeu segunda-feira a criação de uma rede de instituições que permita a redução de tempo de espera na resolução dos problemas das empresas e facilite a realização de investimentos em Cabo Verde, segundo noticía a Inforpress.

José Maria Neves considerou que dever criada uma rede envolvendo a Direcção-Geral da Contribuição e Impostos (DGCI), Ambiente, Registos e Notariado e Património do Estado para que os processos relacionados com os investimentos sejam rapidamente encaminhados, reduzindo o tempo de espera e facilitando a realização de investimentos em Cabo Verde.

O chefe do governo cabo-verdiano, após um encontro com o novo conselho de administração da Agência Cabo Verde Investimentos (ACI), disse que esta entidade deve posicionar-se como “parceira das empresas”, capaz de acompanhar o percurso dos investimentos e apoiar as empresas na resolução de problemas.

“A ACI tem um papel fundamental, que passa pela mobilização de parcerias necessárias e por apoiar as empresas na resolução dos problemas” disse.

”Hoje, mais do que nunca, precisamos ter uma marca de Cabo Verde para que possamos identificar-nos no plano internacional, atrair mais investimentos para Cabo Verde e criar as condições para que a ACI funcione efectivamente como janela única e como parceira das empresas na promoção dos investimentos”, acrescentou. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH