Rio de Janeiro recebe empresários da China e de países de língua portuguesa

10 August 2009

Rio de Janeiro, Brasil, 10 Ago – A cidade do Rio de Janeiro recebe de terça a quinta-feira a edição brasileira do Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

A edição brasileira do evento contará com a realização de uma série de reuniões, rondas de negócios e exposições, “o que propiciará aos participantes a possibilidade de identificar formas de cooperação entre os países, explorar projectos de interesse comum e estabelecer parcerias que contribuam para o desenvolvimento dos países envolvidos”, refere a organização.

O evento está a cargo da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com o China Council for the Promotion of International Trade (CCPIT) e o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (Ipim).

Integra-se nas iniciativas do protocolo de cooperação entre os organismos de promoção comercial e Câmaras de Comércio, assinado por ocasião do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), em Outubro de 2003.

Para terça-feira está marcada uma reunião de coordenação dos chefes de delegação e um jantar de boas-vindas, oferecido pela Apex-Brasil.

A abertura oficial da reunião plenária, na quarta-feira, estará a cargo de Alessandro Teixeira, presidente da Apex-Brasil, Wei Zhang, vice-presidente do CCPIT e de Lee Peng Hong, presidente do Ipim.

No mesmo dia serão feitas apresentações sobre o ambiente de investimentos e negócios de cada um dos países de língua portuguesa (à excepção de São Tomé e Príncipe), a cargo, entre outros, do secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA), António Tiago Gomes, do presidente da Cabo Verde Investimentos, Rui Cardoso Santos, do presidente do Ipex moçambicano, João José Macarengue, ou do presidente da AICEP Portugal, Basílio Horta.

A apresentação da China será feita por Wan Qingliang, vice-governador da província de Guangdong e a de Macau por Echo Chan, vogal executiva do Conselho de Administração do Ipim.

Está ainda prevista uma sessão dedicada à cooperação económica e comercial entre a China e os países da língua portuguesa, durante a qual será apresentado um estudo do Instituto de Pesquisa Económica e Aplicada – IPEA, seguido de um debate em que participam Eduardo Ambrósio, presidente da Associação Comercial Internacional para os Mercados Lusófonos e representantes do Conselho Empresarial Brasil-China e de uma empresa chinesa.

Será ainda realizada uma mesa redonda sectorial, com a apresentação de casos de sucesso e debate simultâneo em duas salas, dedicadas à “análise e perspectivas dos cenários mundiais de biocombustíveis” e “produtos de entretenimento para países de língua portuguesa”.

Haverá ainda lugar a uma bolsa de contactos e à inauguração, no forte de Copacabana, da exposição “Região Administrativa Especial de Macau – Uma História de Sucesso”, organizada pelo Instituto Internacional de Macau e incluída nas comemorações do 10° aniversário da criação da RAEM.

Para quarta-feira, último dia, está marcada a assinatura de protocolos e a apresentação dos resultados do encontro.

Em 2008, o comércio da China com os países de língua portuguesa superou a meta definida para 2009, tendo todos eles registado aumentos de dois dígitos face ao período homólogo, à excepção de Timor Leste e de Cabo Verde, que registaram ambos variações negativas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH