Lançado concurso público internacional para dragagem do porto da Beira em Moçambique

13 August 2009

Canfumbe, Moçambique, 13 Ago – O ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Paulo Zucula, anunciou estarem disponíveis 20 milhões de dólares para a dragagem de emergência no canal de acesso ao porto da Beira, em Sofala.

Ao falar no decurso do XXVII Conselho Coordenador do sector, que durante três dias decorre no posto administrativo de Canfumbe, distrito de Gondola, em Manica, o ministro anunciou também ter sido já lançado o concurso público internacional para a adjudicação da empreitada que deverá arrancar ainda este ano.

O ministro adiantou que o dinheiro sairá do Orçamento de Estado e dos cofres da empresa estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique.

O jornal Notícias, de Maputo, acrescenta que o canal de acesso ao porto da Beira acaba de beneficiar duma nova balizagem, incluindo a substituição de bóias, o que as autoridades do sector ferro-portuário dizem ter melhorado substancialmente as condições de navegabilidade.

Por outro lado, o porto da Beira beneficia actualmente de programas de dragagem consideradas de pequena escala, que estão a cargo da Empresa Moçambicana de Dragagem (Emodraga), mas devido à fraca capacidade de repulsão de sedimentos, a empresa não tem conseguido resolver o problema de assoreamento, o que consequentemente limita a acostagem de embarcações de grande calado.

Informações disponíveis indicam que depois de recuperado em finais da década de 90, o porto da Beira passou cerca de dez anos sem beneficiar duma dragagem de manutenção devido à falta de capacidade para assegurar a realização deste trabalho tendo-se, como acumulado cerca de 2,5 milhões de toneladas de sedimentos.

Com a dragagem de emergência, adianta o jornal, espera-se que voltem a escalar o porto da Beira navios com capacidade entre 25 e 30 mil toneladas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH