Negociações de Angola com o FMI ainda exploratórias mas “extremamente positivas”

13 August 2009

Luanda, Angola, 13 Ago – As negociações de Angola com o Fundo Monetário Internacional sobre o apoio financeiro à economia angolana estão ainda em fase “exploratória” mas são um sinal “extremamente positivo”, afirmou quarta-feira em Luanda o economista-chefe do Banco Mundial.

“Esta primeira [visita, na semana passada] foi mais de diagnóstico, numa fase exploratória, mas já se fala em voltar em Setembro, o que significa que as negociações vão continuar”, disse à agência noticiosa portuguesa Lusa o economista brasileiro Ricardo Gazel.

“O convite feito pelo Presidente da República para que a missão viesse aqui é um factor extremamente positivo”, disse o principal responsável do Banco Mundial no país.

Gazel não arrisca previsões sobre se as negociações vão, de facto, resultar num apoio financeiro por parte do Fundo Monetário Internacional, remetendo esclarecimentos para os directamente envolvidos.

De acordo com uma nota emitida no final da visita da visita do FMI, a missão, liderada por Lamin Leigh, foi “produtiva”, a cooperação das autoridades angolanas “excelente” e os contactos terão sequência já no próximo mês.

“A missão teve discussões produtivas com a equipa económica do Governo, instituições financeiras e doadores-chave. Angola enfrenta uma difícil situação económica em 2009, como resultado da crise económica global”, refere o documento.

“Em Setembro a missão deverá regressar para conduzir negociações sobre o programa, tendo em vista uma ajuda do FMI que ajude Angola” a lidar com o impacto da crise. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH