Empresas estrangeiras investem 10 milhões de dólares em projectos florestais no Niassa, Moçambique

17 August 2009

Lichinga, Moçambique, 17 Ago – As empresas britânica New Forestry, sueca Chikwete Forestry e norueguesa Tree Farm já investiram 10 milhões de dólares em projectos florestais na província do Niassa, disse à macauhub em Lichinga uma fonte da Fundação Malonda.

Em iniciativa promovida por aquela fundação em parceria com o governo provincial do Niassa, cada um dos três projectos tem um período de vida de 10 a 20 anos estando previsto um investimento médio de 70 milhões de dólares.

A fonte adiantou à macauhub que desde o início dos projectos em 2005, foi já plantada uma área ligeiramente superior a 15 mil hectares e foram igualmente criados cinco viveiros com capacidade de mais de 10 milhões de plantas cada.

Naqueles projectos estão a ser plantados eucaliptos e pinho, cuja madeira tem variada aplicação como madeira cerrada, postes eléctricos, incluindo a produção da polpa para a indústria do papel.

Prevê-se que no biénio 2009/2010 seja plantada uma área de 13 mil hectares.

A Fundação Malonda é uma instituição tem por missão atrair investimentos de entidades nacionais e estrangeiras com capital, conhecimento e mercado a investir na província do Niassa, incentivando-os através de provimento de capital de risco e oferta de serviços-chave empresariais que reduzem as barreiras no desenvolvimento e crescimento de negócios do sector privado naquela província. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH