Sharp Corp interessada em abrir fábrica em Angola

18 August 2009

Luanda, Angola, 18 Ago – O grupo japonês Sharp Corp pretende instalar uma fábrica em Angola, afirmou sábado em Luanda o director do grupo na Malásia, Yukio Sakamoto, no decurso do primeiro seminário do grupo em Angola e em África, citado pelo Jornal de Angola.

Embora não tenha mencionado prazos, Yukio Sakamoto disse que o grupo vai abrir um escritório em Angola para agilizar e abrir caminho à criação de uma unidade fabril, para fazer de Angola uma base de exportação para outros países.

A empresa tem um projecto de instalação de películas solares para a produção de energia tendo o director comercial da Sharp, John Donoujh, referido que se trata de um sector importante, pelas vantagens que apresenta.

“Podemos instalar painéis solares em escolas, universidades e hospitais, pois estes são locais em que a falha de energia é complicada, principalmente nos hospitais”, referiu

Além do tradicional segmento de electrodomésticos, a Sharp Corp pretende entrar em Angola num novo segmento de negócio, oferecendo soluções para empresas com a produção de material de escritório, desde computadores, scanners, fotocopiadoras e impressoras multifuncionais coloridas e monocromáticas.

O primeiro seminário da Sharp em Angola e em África visou mostrar ao mercado os novos produtos que a Sharp lançou nos finais do ano passado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH