Russa Alrosa investe mais de 500 milhões de dólares na construção civil em Angola

20 August 2009

Luanda, Angola, 20 Ago – O grupo mineiro russo Alrosa, que se dedica à extracção, prospecção e produção de diamantes desde 1992 em Angola, aposta agora no ramo da construção civil, nomeadamente na execução de grandes infra-estruturas, informou o Jornal de Angola.

A Vneshstroy, a subsidiária da Alrosa em Angola que mantém uma parceria com a empresa de diamantes de Angola Endiama, pretende desenvolver projectos de construção civil no âmbito do programa do governo de construção de um milhão de casas, disse o director-adjunto da Alrosa, Aleksey Chigidin.

A subsidiária vai investir mais de 500 milhões de dólares em projectos de construção em Angola.

Actualmente, a empresa russa de direito angolano está a construir um condomínio de classe média, no município da Maianga, com previsão de conclusão para o mês de Dezembro.

A empresa russa realiza também obras sociais como a construção de duas escolas, uma com capacidade para 900 alunos, na cidade de Saurimo, e outra na aldeia de Chapa para 150 alunos, na província da Lunda-Sul.

Além da construção de residências em Luanda, a empresa tem projectos em Cacolo, onde realiza a construção da Central Hidroeléctrica de Alto-Chicapa, no município de Saurimo, província da Lunda Sul. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH