Excesso de carga em veículos contribui para rápida degradação das estradas em Angola

26 August 2009

Luanda, Angola, 26 Ago – Técnicos do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) mencionaram segunda-feira, em Luanda, as sobrecargas rodoviárias de veículos pesados como um dos factores que concorre para a rápida degradação das estradas.

Em declarações à agência noticiosa angolana Angop, os técnicos salientaram que os projectos de estradas são feitos com base no volume de carga, tráfego, frequência, capacidade, entre outros, que devem ser controlados com regularidade.

Segundo os técnicos, a estrutura do pavimento tem que estar de acordo com o nível e as características do tráfego mas salientaram que actualmente os sistemas de controlo de pesagem de viaturas não funcionam e grande parte dos veículos pesados circulam com cargas fora do normalizado.

No âmbito do processo de integração regional, a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral define 13 toneladas por eixo para o dimensionamento das camadas de pavimento, o que ainda não se cumpre no país.

A rede fundamental de estradas controlada pelo INEA representa 23 mil quilómetros de vias, dos quais apenas oito mil são asfaltadas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH