Crise financeira mundial não afectou a Bolsa de Valores de Moçambique

16 September 2009

Maputo, Moçambique, 16 Set – A Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) nâo foi afectada pela crise financeira e económica internacional revelou o presidente da instituição Jussub Nurmamade.

“Por sermos pequenos e por não sermos uma bolsa global não fomos afectados pela crise e penso que já não sofreremos mais. Há fortes indicações de que a economia mundial voltará a estabilizar a partir de 2010”, disse o presidente da BVM citado pelo jornal Notícias.

A Bolsa de Valores de Moçambique tem, actualmente, 17 títulos cotados, avaliados em 400 milhões de dólares.

A BVM entrou em funcionamento em 1999, tendo arrancado com um título – as Obrigações de Tesouro do Estado- avaliado em quatro milhões de dólares.

Algumas das maiores empresas instaladas em Moçambique estão a colocar as suas acções e obrigações na Bolsa de Valores de Moçambique (BVM). Entre elas, destacam-se a Cervejas de Moçambique (CDM), o Millennium BIM, Telecomunicações de Moçambique, Moçambique Celular (Mcel), Empresa Moçambicana de Seguros (EMOSE) e o Standard Bank. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH