Arcelor Mittal suspende fábrica de aço em Boane e fecha no Maputo em Moçambique

17 September 2009

Maputo, Moçambique, 17 Set – A multinacional ArcelorMittal anunciou que o projecto de construção de uma fábrica de aço em Boane, província de Maputo, foi suspenso temporariamente devido à crise internacional segundo escreve a AIM, Agência de Notícias de Moçambique.

A fábica de aço de Boane, cuja primeira pedra foi lançada em Março do ano passado representa um investimento de 40 milhões de dólares que iria criar 200 empregos.

A nova fábrica, que seria a maior de Moçambique e da África Austral, deveria produzir numa primeira fase 30 mil toneladas de aço por ano para depois atingir uma capacidade de 200 mil toneladas/ano.

O anúncio da suspensâo da construção da fábrica de Boane surge dias depois da ArcelorMittal ter encerrado a fábrica de aço em Maputo, alegando que a crise internacional fez baixar o preço do produto no mercado internacional provocando o desemprego a uma centena de pessoas.

A fábrica tinha sido inaugurada em Abril do ano passado pela ArcelorMittal, que a adquiriu a antiga Companhia Siderúrgica de Moçambique, CIFEL.

O director nacional da Indústria de Moçambique, Sidónio dos Santos, disse que o baixo preço dos varões para construção e do aço ditaram o encerramento da fábrica.

“A antiga CIFEL está novamente paralisada devido à crise financeira internacional. A questão aqui é que a fábrica produzia varões para construção e aço. Devido à crise, o preço de venda destes produtos baixou no mercado internacional tornando a produção não rentável. Os custos de produção são elevados e o preço não compensa”, explicou.

A antiga CIFEL já tinha estado fechada durante dez anos, até que em 2007 foi adquirida pela multinacional, que ali investiu 11 milhões de dólares onde estavam a ser produzidos diferentes tipos de aço e ferro para a construção civil.

A ArcelorMittal, resultante da fusão entre a Arcelor e a Mittal Steel, considerada a maior companhia da indústria do aço ao nível mundial, conta com cerca de 320 mil trabalhadores em mais de 60 países, tendo a sua sede no Luxemburgo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH