Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrário da ONU concede 50 milhões de dólares a Moçambique para apoiar pesca artesanal

23 September 2009

Maputo, Moçambique, 23 Set– O Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrário (FIDA) das Nações Unidas vai conceder a Moçambique, nos próximos cinco anos, uma verba de 50 milhões de dólares para apoiar o desenvolvimento da pesca artesanal.

Segundo o jornal Notícias pela primeira vez parte da verba será destinada a apoiar pequenas iniciativas de aquacultura de camarão.

Representantes do Ministério das Pescas, organizações não-governamentais e parceiros de cooperação, estão desde terça-feira reunidos em Maputo, para discutir as experiências dos projectos de desenvolvimento de pesca artesanal em Moçambique.

A necessidade do debate sobre esta matéria assenta no facto dos principais projectos em curso, nomeadamente Projecto de Pesca Artesanal no Banco de Sofala, co-financiado pelo FIDA, Noruega e o Fundo Belga para a Sobrevivência e o Projecto de Pesca Artesanal do Norte de Nampula e Cabo Delgado, e outros, a sua vigência terminar em 2011.

Ainda não estão definidas as áreas beneficiárias dos projectos, mas estudos do Instituto Nacional de Desenvolvimento da Aquacultura indicam que o maior potencial, em termos de espécies nativas para serem cultivadas em cativeiro, solos e recursos hídricos localiza-se nas províncias de Manica, Zambézia e Niassa e ao longo das bacias hidrográficas dos rios Maputo, Umbelúzi, Limpopo, Save, Búzi, Púnguè, Zambeze, Licungo, Ligonha, Messalo e Rovuma.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH