FMI considera positiva evolução da economia de São Tomé e Príncipe no primeiro semestre de 2009

25 September 2009

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 25 Set – Uma missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou quinta-feira como positivo o desempenho da economia de São Tomé e Príncipe no primeiro semestre de 2009.

A missão do FMI, que durante duas semanas avaliou o desempenho macroeconómico de São Tomé e Príncipe, atribui a evolução positiva da economia à ligação da moeda do arquipélago ao euro e à baixa do preço do petróleo que estão também a favorecer a redução da inflação.

O chefe da missão do FMI, Tsidi Tsikata considerou que actualmente “a situação está a recuperar com vários projectos, nomeadamente com o projecto do porto (de águas profundas) que conta com o apoio externo. Portanto, consideramos que a partir de 2010, vamos ver essa tendência de melhor crescimento e mais desenvolvimento”.

Não obstante os sinais positivos, a missão constatou também que houve “um abrandamento” no crescimento económico do arquipélago, justificado com a falta de entradas de ajudas financeiras extremas.

“Nós constatamos que o crescimento abrandou essencialmente devido alguns atrasos e problemas nas entradas de ajuda financeira externa” disse Tsikata.

Dos indicadores avaliados pelos peritos do FMI, a cobrança de receitas é o sector onde o governo enfrenta maiores dificuldades.

Até Agosto deste ano, São Tomé e Príncipe registou uma taxa de inflação de 9,3 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH