Portugal disponibiliza linha de crédito a Cabo Verde para construção de habitação

6 October 2009

Praia, Cabo Verde, 6 Out – Portugal vai disponibilizar uma linha de crédito de 200 milhões de euros para o financiamento da construção de habitação em Cabo Verde, afirmou segunda-feira na Praia a ministra da Descentralização, Habitação e Ordenamento do Território.

Aquele montante insere-se no quadro de diversos acordos que permitirão a Cabo Verde ver alargados para 500 milhões de euros o valor das linhas de crédito destinadas a infra-estruturas habitacionais, portuárias e a projectos de energias renováveis.

Existindo um défice oficial de 80.368 alojamentos, o governo cabo-verdiano pretende construir oito mil habitações sociais e recuperar outras 15 mil que se encontram degradadas até 2013, estando o financiamento garantido pelo memorando de entendimento assinado pelos dois países em Junho último, em Lisboa.

A ministra Sara Lopes, que falava nas celebrações do Dia Mundial da Habitação, sublinhou que com o financiamento da linha de crédito “será possível construirmos, em colaboração com empresas nacionais e portuguesas, um número significativo de moradias em todo o território nacional” e adiantou que “no primeiro semestre de 2010 estaremos a lançar os primeiros conjuntos habitacionais”.

Sara Lopes disse que as construções deverão ser feitas através de parcerias entre empresas cabo-verdianas e portuguesas, embora o Governo chinês tenha também disponibilizado financiamento para erigir 3.000 habitações.

Dentro do programa “Casa para Todos”, acrescentou Sara Lopes, será criado um Plano Nacional de Habitação, que visa criar “uma dinâmica contínua e sustentada de construção de habitação”, tendo em vista o “défice nacional”.

O “Casa para Todos” prevê a realização de vários projectos, abarcando o acesso ao solo urbanizado para auto-construção, iniciativas de cooperativas, elaboração de planos directores municipais nas autarquias e ainda os programas de habitação propriamente ditos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH