HCB de Moçambique acelera estudos para construção da Central Norte

12 October 2009

Maputo, Moçambique, 12 Out – A Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) já iniciou os estudos geológico e hidrológico que vão determinar a elaboração do projecto de construção da Central Norte a montante da actual barragem, informou o presidente da empresa.

Citado pelo jornal Notícias, de Maputo, Paulo Muxanga adiantou que a conclusão dos estudos está prevista para meados de 2010, altura em vai ser preparado o lançamento do concurso para a escolha do empreiteiro.

Falando à margem da cerimónia de assinatura, com o Ministério da Defesa Nacional, do memorando para a gestão conjunta do aeródromo de Chitima, naquele distrito, Muxanga afirmou que a construção da central norte vai aumentar a capacidade de produção daquela hidroeléctrica de modo a satisfazer a crescente procura de energia eléctrica.

O projecto da central norte, segundo Muxanga, vai compreender a instalação de três ou quatro geradores, todos da mesma potência dos actuais ou de menor potência dos que existem na Central Sul, que são de cerca de 415 MW cada um deles.

“Já foram dados grandes avanços com vista a concretização deste projecto que vai gerar energia para fornecer os países vizinhos e para abastecer os grandes projectos, que tendem a aumentar no país”, disse Muxanga reiterando que a construção da central norte vai permitir que a HCB tenha uma capacidade de produção de 3 300 megawatts de energia.

Neste momento a produção de energia faz-se com base na Central Sul, um conjunto de grupos geradores que estão do lado sul do rio, produzindo pouco mais de dois mil megawatts.

Em paralelo a isso a HCB deu um passo de avanço ao partilhar a gestão do aeródromo de Chitima, na província de Tete, para facilitar o transporte de recursos humanos e de equipamento que será necessário para a construção da Central Norte. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH