Empresa portuguesa Viriato vai construir fábrica de móveis em Angola

13 October 2009

Lisboa, Portugal, 13 Out – A Viriato Hotel Concept, empresa de mobiliário e projectos de decoração para hotelaria, que no sábado abriu um salão de exposições em Luanda, vai construir uma fábrica em Angola, disse em Lisboa o presidente da empresa.

“Vamos avançar para a indústria. Já temos o projecto e estamos a estudar a melhor localização para a fábrica”, disse à agencia noticiosa portuguesa Lusa António Rocha.

Em parceria com a HM Veloso Angola, António Rocha constituiu a Viriato – África Hotel Concept, uma sociedade de direito angolano, que vai dar início à construção de uma fábrica, que representará um investimento de cerca de oito milhões de euros.

A Viriato começou por ser uma fábrica de móveis, mas, nos anos 80, ao aceder ao desafio da francesa Bouygues de produzir mobiliário para hotéis, abriu a porta do mercado da hotelaria, o que levou a segunda geração a diversificar a actividade aos projectos de decoração de hotéis.

Durante alguns anos, manteve a produção de mobiliário doméstico, mas o crescimento do número de clientes da hotelaria, associado aos primeiros sinais de crise na indústria de móveis, levou a empresa de Paredes a fixar-se naquele nicho de mercado.

Segundo o presidente da Viriato, neste momento, os projectos chave-na-mão, de maior valor acrescentado, representam cerca de 20 por cento do negócio da empresa, que, em 2008, facturou 25 milhões de euros.

Desde que se concentrou no mercado hoteleiro, “a Viriato já decorou e equipou centenas de hotéis de gama média/alta na Suécia, França, Espanha, Arábia Saudita, Cabo Verde e Tahiti, contando-se entre os seus clientes as cadeias Le Meridien, Hilton, Sheraton, Ritz e Ramada. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH