Banco Mundial aconselha “prudência” nas melhorias verificadas na economia de Angola

23 October 2009

Luanda, Angola, 23 Out – O actual momento da economia de Angola permite um “optimismo cuidado” sob uma “contínua prudência” na condução das políticas macroeconómicas, graças à subida do preço do petróleo nos mercados internacionais, de acordo com o Banco Mundial (BM).

No relatório mensal de Outubro, assinado pelo economista-chefe do BM em Angola, Ricardo Gazel, o banco assinala que a economia do país melhorou desde o balanço de Setembro, apontando como razão principal a “recuperação do preço do petróleo”.

Para isso, aponta Gazel, contribuiu o facto de o preço do petróleo em rama Girassol, referência para Angola, ter recuperado 68 por cento face a Dezembro de 2008, apesar de se manter 30 por cento abaixo dos valores de há um ano e 48 por cento abaixo do pico registado em Julho de 2008.

“Para os últimos três meses de 2009, o preço médio de referência para Angola deverá ser superior ao preço médio no mesmo período de 2008, ao mesmo tempo que a produção sofreu igualmente um aumento substancial usando como referência os baixos níveis de produção do início do ano, com uma produção diária média de 1 859 milhões de barris”, aponta o BM.

Estes números configuram, sublinha ainda Ricardo Gazel, uma subida de 13 por cento em relação ao ponto mais baixo (1 646 milhões de barris/dia) em Fevereiro”.

Esta realidade implicou, indica o economista, o aumento dos dividendos em impostos de 840 milhões de dólares nos primeiros quatro meses do ano, para mil milhões no segundo quadrimestre, até 1,6 mil milhões nos primeiros dois meses do terceiro quadrimestre”.

Em síntese, nota o economista-chefe do BM em Angola, os dividendos do petróleo “duplicaram em Agosto e Setembro, comparando com os primeiros três meses do ano, resultando numa ajuda importante à cobrança fiscal do Governo”, nomeadamente no que toca à estabilização das reservas externas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH