Estatal moçambicana diz que reservas potenciais de gás do Buzi ascendem a 3,3 biliões de pés cúbicos

6 November 2009

Cidade do Cabo, África do Sul, 6 Nov – A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) de Moçambique anunciou quarta-feira pretender efectuar o primeiro furo no bloco de gás natural do Buzi em 2011, que dispõe de reservas potenciais de 3,3 biliões de pés cúbicos.

“Tendo por base os estudos geológicos, antecipamos uma reseva de um bilião de pés cúbicos que uma possibilidade de ir a 3,3 biliões de pés cúbicos (…) esperamos começar a perfurar o primeiro poço em 2011”, disse Nelson Ocuane, presidente da estatal moçambicana à agência Reuters à margem de uma conferência petrolífera realizada na Cidade do Cabo.

Ocuane disse ainda que deverá assinar em Dezembro um acordo com a Electricidade de Mocambique (EDM) para o fornecimento de 2,5 milhões de gigajoules de gás natural por ano para abastecer as centrais da eléctrica.

A ENH terá de construir um gasoduto de 15,5 quilómetros da Matola até à capital Maputo onde se encontram as centrais da EDM, um projecto avaliado em 20 milhões de dólares.

Ocuane disse também que as reservas totais de gás natural em Moçambique estão estimadas em 14 biliões de pés cúbicos mas adiantou que a empresa que dirige está envolvida em vários projectos de exploração em outros pontos do país que poderão alterar aquela estimativa. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH