Dinamarca ajuda renovação do aeroporto de Quelimane, Moçambique

13 November 2009

Quelimane, Moçambique, 13 Nov – A Agência Dinamarquesa para o Desenvolvimento (Danida) disponibilizou 6 milhões de euros para a renovação do aeroporto de Quelimane, disse o director da Empresa Aeroportos de Moçambique na província da Zambézia, Joaquim Cachaço.

Em declarações ao jornal Notícias, de Maputo, Cachaço disse ainda que a renovação vai incluir a construção de uma vedação e apetrechamento em equipamento de ajuda à navegação aérea como sistema de comunicação, sinalização luminosa e instalação de um grupo gerador.

O dinheiro proporcionado pela ajuda dinamarquesa vai ainda servir para a construção de um depósito de água e para a aquisição de uma viatura de bombeiros, adiantou Joaquim Cachaço.

Devido à falta de vedação o terreno do aeroporto – cerca de 803 hectares – tem vindo a ser invadido por pessoas que fazem plantações nas bermas da pista, o que constitui um atentado à segurança das aeronaves quer na descolagem quer na aterragem.

Os cereais produzidos no recinto do aeroporto acabam por atrair pássaros e, por vezes, os camponeses ateiam fogos cuja fumo prejudica a visibilidade da pista.

As queimadas começam entre Outubro e Novembro a antecederem as lavouras e, quando se aproxima esta fase, os trabalhadores do aeroporto têm de fazer vistorias para verificar focos de incêndio e enxotarem pássaros nas proximidades da pista.

Durante a guerra civil, muitas pessoas que chegavam dos distritos à procura de segurança foram-se fixando nos bairros próximos do aeroporto e, para aumentarem o seu rendimento, começaram a fazer plantações nos terrenos próximos das pistas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH