Millennium Challenge Corporation abre portas para novo fundo de desenvolvimento em Cabo Verde

16 November 2009

Praia, Cabo Verde, 16 Nov – O Millennium Challenge Corporation (MCC) deu “nota positiva” à execução, por Cabo Verde, do primeiro compacto financeiro atribuído em 2008, abrindo as portas a um segundo, disse domingo na Praia o representante residente do MCC em Cabo Verde.

O MCC tem, desde 2008, um programa em Cabo Verde, integrado no Millennium Challenge Account (MCA), no valor de 110 milhões de dólares, que deve terminar em 2010, e destinado a projectos de desenvolvimento do arquipélago.

O representante residente do MCC em Cabo Verde, Stalis Solomon Panagides, disse que o arquipélago alcançou nota positiva e superior aos outros países da sua categoria no processo de avaliação internacional, que visa testar a elegibilidade dos países aos fundos do MCC, feita tendo em conta os indicadores relativos à governabilidade, ao investimento na população e ao ambiente de negócios.

“Cabo Verde, nestes indicadores e em cada categoria, está na «zona verde», acima da média dos países do seu grupo de rendimento médio”, disse Panagides.

A elegibilidade de Cabo Verde é a primeira condição que o arquipélago tinha de cumprir para concorrer ao II Compacto do Fundo do MCC.

O valor do fundo para um eventual II compacto será estipulado pelo Congresso norte-americano, mas, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, José Brito, disse que o governo tenciona pedir um montante superior ao concedido no I compacto, quantia que dependerá dos projectos que vierem a ser elaborados por Cabo Verde, em fase oportuna do processo.

Uma primeira decisão sobre este processo será conhecida a 9 de Dezembro próximo, na reunião do Conselho de Administração do MCC, em Washington. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH