Reservas líquidas sobre o exterior de Moçambique permitem pagar cinco meses de importações

18 November 2009

Maputo, Moçambique, 18 Nov – As reservas líquidas sobre o exterior de que Moçambique dispunha a 31 de Outubro passado eram suficientes para assegurar cinco meses de importações, de acordo com estimativas preliminares do Banco de Moçambique (BM).

À data, Moçambique dispunha de reservas líquidas no montante de 1801,47 milhoes de dólares, uma quebra de 38,43 milhões de dólares relativamente ao valor existente a 15 de Outubro.

Segundo o BM, a diminuição das reservas internacionais deveu-se, entre outros factores, à venda líquida de divisas efectuada pela instituição no Mercado Cambial Interbancário (MCI), no montante de 22,9 milhões de dólares.

“Ainda na segunda quinzena de Outubro verificaram-se perdas líquidas resultantes do efeito preço, na transacção do ouro, no valor de 11,4 milhões de dólares, bem como da variação cambial no valor de 10,4 milhões de dólares”, adianta o BM, na sua análise da conjuntura económica e financeira na segunda quinzena do mês de Outubro.

No mesmo documento, o BM adianta que dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística indicam que a inflação medida pela variação do Índice de Preços no Consumidor (IPC) da cidade de Maputo foi de 0,61 por cento em Outubro de 2009, após uma variação de 0,23 por cento e 0,56 por cento, em Setembro último e em igual período do ano anterior, respectivamente.

Com esta variação, a inflação acumulada e anual aumentaram para 0,64 por cento e 1,42 por cento, contra 0,02 por cento e 1,37 por cento em Setembro de 2009, respectivamente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH