Grupo brasileiro CSN entra no capital da australiana Riversdale, grande investidora em Moçambique

25 November 2009

São Paulo, Brasil, 25 Nov – A brasileira Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) anunciou terça-feira que vai entrar no capital da Riversdale Mining, empresa australiana ligada a alguns dos principais projectos de investimento em Moçambique.

A administração da empresa brasileira aprovou a compra de até 16,3 por cento da australiana Riversdale Mining, operação estimada em 190,5 milhões de dólares australianos (175,2 milhões de dólares).

A Riversdale tem em curso importantes projectos de energia e exploração de carvão na África do Sul e em Moçambique.

Em Setembro, assinou com o governo de Moçambique um acordo destinado ao estudo da instalação da Central Térmica de Benga, na província de Tete, com um investimento inicial de de 1,3 mil milhões de dólares.

O acordo prevê que a empresa inicie o estudo de viabilidade do projecto de construção de uma central termoeléctrica com uma capacidade de produção inicial de 500 megawatts mas com a previsão de aumento para 2.000 megawatts, em 2014.

A projecto carbonífero de Benga foi aprovada pelo governo em Abril passado, implicando na primeira fase um investimento de cerca de 270 milhões de dólares, a suportar por um consórcio liderado pela Riversdale (65 por cento do capital), que integra ainda a indiana Tata Steel (35 por cento). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH