Moçambique ligado ao cabo submarino EASSy

30 November 2009

Maputo, Moçambique, 30 Nov – A Telecomunicações de Moçambique celebrou com a WIOCC, sociedade que engloba doze grandes operadores africanos de telecomunicações, o lançamento simbólico do sistema de cabo submarino EASSy, no Oceano Índico, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O jornal acrescenta que o primeiro ponto de ligação do cabo será na baía de Maputo, possivelmente na próxima semana, prevendo-se para 30 de Junho de 2010 a entrada em funcionamento do sistema.

O cabo de Maputo, com uma extensão de 40 quilómetros e que ligará Moçambique ao cabo principal do EASSy, já foi entregue e está para ser instalado no fundo do mar, na baía de Maputo.

O lançamento do cabo principal do EASSy iniciar-se-á logo que a instalação do ponto de ligação de Maputo esteja concluída.

A conclusão do lançamento do cabo principal está prevista para Abril de 2010, permitindo que se façam testes intensivos em toda a sua extensão e respectivas derivações pelos países por onde o mesmo passa.

Os referidos testes terão a duração de dois meses, antes que o sistema entre em funcionamento comercial em Junho de 2010. A Telecomunicações de Maputo, um dos accionistas no projecto, é a entidade responsável pela gestão do ponto de amarração de Maputo.

Uma vez lançado, o cabo EASSy terá uma capacidade de 1,4 terabits por segundo (Tbps), abrangerá nove países africanos e providenciará ligação a países do interior, e garantirá a ligação directa à Europa, tornando-o no sistema de menor latência para tráfego para os pontos de troca de Internet na Europa e América do Norte. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH