Acordo entre Banco da China e Autoridade Monetária de Macau facilita compra de renmimbis

15 December 2009

Macau, China, 15 Dez – O Banco da China e a Autoridade Monetária de Macau assinaram Segunda-feira um memorando de cooperação que alarga o limite de aquisição de moeda chinesa pelos residentes numa só operação no território de seis mil para 20 mil renmimbis.

O vice-governador do Banco da China, Zhu Min deslocou-se a Macau para assinar com o presidente da Autoridade Monetária de Macau, Anselmo Teng o memorando complementar de cooperação respeitante às operações individualizadas em renminbis, que alarga o âmbito das medidas determinadas mutuamente em 2004, face à crescente procura da moeda nos bancos de Macau.

Com a aprovação do Conselho de Estado chinês, os bancos de Macau estão autorizados a aumentar o limite de renmimbis nas operações individuais, por pessoa e de cada vez, para conversão em numerário, de seis mil para 20 mil, e os residentes de Macau poderão passar a pagar, através de cheque em renmimbis, as despesas de consumíveis na província de Guangdong até 50 mil renmimbis diários.

Por outro lado, as instituições bancárias da Região Administrativa Especial têm “luz verde” para ampliar o grupo de entidades que podem converter renmimbis em patacas aos prestadores de serviços de comunicações, educação e convenções.

A assinatura do memorando “facilita o estreitamento das relações entre Macau e o Continente, aprofunda a cooperação e a harmonia nas áreas económica e financeira e contribuiu para um desenvolvimento regular e estável a longo prazo do sector bancário da região”.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH