PIB de São Tomé e Príncipe cresceu entre os 4 e 5 por cento em 2009

31 December 2009

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 31 Dez – O governador do banco central de São Tomé e Príncipe revelou que o Produto Interno Bruto (PIB) são-tomense cresceu entre os 4 e 5 por cento em 2009.

Luís de Sousa considerou que os sectores de construção civil, comércio e comunicações, associados aos investimentos directos estrangeiros, influenciaram o crescimento económico do arquipélago, ainda considerado “insuficiente para garantir a qualidade e o bem-estar social” das populações.

O governador do banco central de São Tomé e Príncipe reconheceu, no entanto, que “a contribuição do sector agrícola para o crescimento económico nacional continua bastante fraca”.

Segundo Luís de Sousa, a inflação conheceu o seu ponto mais baixo dos últimos sete anos, situando-se actualmente entre os 15 e 16 por cento.

Para 2010, a autoridade bancária são-tomense prevê um crescimento económico entre 4 e 5 por cento, a redução da inflação anual em níveis que variam entre os 10 e 11 por cento e manter as reservas internacionais num mínimo de quatro meses de importação de bens e serviços.

“A convertibilidade de dobra, através de uma paridade fixa face ao euro, que entrará em vigor no dia 1 de Janeiro de 2010, é uma forma de conceder maior confiança, estabilidade e oportunidades à economia são-tomense”, assegurou o governador.( macauhub)

MACAUHUB FRENCH