Concluído primeiro furo de pesquisa de petróleo na bacia sedimentar do Rovuma, Moçambique

4 January 2010

Maputo, Moçambique, 4 Jan – O primeiro de três furos para pesquisa de petróleo na bacia sedimentar do Rovuma a ser levada a cabo pelo empresa norte-americana Anadarko está já concluído, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O jornal cita uma fonte governamental não-identificada para afirmar que ainda é cedo para avançar pormenores sobre os resultados do furo efectuado em terra, uma vez que está ainda em curso a análise dos resultados.

Os resultados da perfuração estão a ser aguardados com grande expectativa, tanto por parte da empresa concessionária como do Governo, com o Executivo a considerar que uma eventual descoberta de petróleo ou gás iria baixar os encargos financeiros resultantes da importação de combustíveis líquidos, que ascende actualmente a 700 milhões de dólares por ano.

Neste momento, de acordo com a mesma fonte, a empresa está já a fazer a segunda perfuração, desta feita no mar, esperando-se que o terceiro e último furo programado para esta fase da pesquisa tenha lugar ainda este mês ou princípios do próximo.

O trabalho de perfuração tem lugar após um longo processo de pesquisas sísmicas que permitiram a identificação de um traçado geológico com características adequadas para a ocorrência de hidrocarbonetos, mais concretamente de petróleo.

Devido às suas características, Moçambique tem vindo a receber muitos investimentos na área de pesquisa de hidrocarbonetos, sendo que em 2008 os montantes aplicados ultrapassaram 500 milhões de dólares, para este ano se terem situado em cerca de 300 milhões de dólares.

A bacia do Rovuma tem uma extensa área concessionada a grandes companhias.

O Rovuma “on-shore” está concessionado à Anadarko e o Rovuma “off-shore” está entregue à Anadarko, italiana ENI, Statoil Hydro e Petronas da Malásia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH