Grupo português Mota-Engil investe na produção de telhas em Angola

4 January 2010

Porto, Portugal, 4 Jan – O grupo português Mota-Engil formalizou uma nova parceria na área da construção, no sector da trefilaria (telhas), através da Mota-Engil Angola, de acordo com o comunicado enviado quarta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

O grupo informa ter estabelecido uma parceria “com a sociedade Fapricela para a construção de uma unidade industrial de trefilaria na província de Benguela, em Angola”.

A nova parceira da Mota-Engil é “líder de mercado em Portugal no sector da indústria de trefilaria e alienou a maioria do capital da sua empresa que detinha em Angola, a Fatra”.

A Mota-Engil Angola terá “uma participação de 70 por cento na Fatra, estando previsto, para uma primeira fase, um volume de investimento superior a 15 milhões de dólares”, ainda em 2010.

Esta fase irá criar cerca de 75 postos de trabalho. “Numa fase posterior, estão previstos novos investimentos, com o objectivo da Fatra alargar a sua oferta de produtos de trefilaria e assumir-se como uma empresa de referência em Angola”.

A Mota-Engil tem apostado em vários sectores de actividade em Angola, desde a construção à energia, através da sua participada para aquele país.

A Mota-Engil Angola tem como parceiro um grupo de investidores angolanos liderados pela petrolífera estatal Sonangol, com 41 por cento do capital, controlando o grupo português os restantes 51 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH