Maior retalhista de informática de Portugal alarga rede a Angola, Moçambique e Cabo Verde

6 January 2010

Porto, Portugal, 6 Jan – A maior rede de lojas portuguesas especializadas em informática, Chip7, vai alargar a sua actividade em 2010 a Angola, Moçambique, Cabo Verde, Madeira e Açores, disse terça-feira na cidade do Porto o fundador da empresa.

“Espero ter tudo fechado até metade do ano”, afirmou Miguel Monteiro, referindo que estão a decorrer reuniões com 30 interessados em estender a rede àqueles três países e duas regiões autónomas de Portugal através de contratos de master franchising.

O fundador e accionista maioritário (90 por cento) da Chip7, empresa fundada em 1994 no Porto, destacou o “sucesso” do modelo de franchising adoptado pela marca há pouco mais de um ano, que permitiu expandir a rede de 20 para 64 lojas, todas em Portugal continental.

O empresário salientou que os franchisados beneficiam dos serviços de formação, marketing e assistência técnica da marca, que incluem a produção de folhetos, envio de newsletters para “quase 300 mil pessoas”, “call center” de atendimento a clientes, site na Internet com “10 mil produtos” e uma rede de “clínicas” informáticas.

Miguel Monteiro espera abrir em Angola “seis a sete lojas nos próximos um a dois anos”, número que poderá crescer para “30 em sete/dez anos”.

A Chip7 nasceu em 1994 como uma pequena loja num centro comercial, no Porto, tendo actualmente 78 colaboradores e sede em Gandra, Paredes. (macauhub)