Transportadora aérea cabo-verdiana Halcyonair vai começar a voar para a África Ocidental

7 January 2010

Praia, Cabo Verde, 7 Jan – A companhia aérea privada cabo-verdiana Halcyonair vai adquirir dois aviões e começar a voar para a África Ocidental, numa primeira fase, e para outros continentes mais tarde, afirmou na Praia o presidente da transportadora.

Jorge Spencer Lima salientou que a empresa pretende, para já, reforçar os voos inter-ilhas e, depois, com a chegada do primeiro dos dois aparelhos, prevista para este mês, começar as ligações regulares para seis países oeste-africanos.

Segundo Spencer Lima, a Halcyonair, criada em Abril de 2005, começará a voar regularmente para Bissau (Guiné-Bissau) e Dacar (Senegal), para onde os Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV, estatal) já operam, no primeiro caso, numa base semanal e, no segundo, diariamente.

Após consolidar estes dois voos, a Halcyonair tenciona alargá-los a Conacri (Guiné-Conacri), Abidjan (Costa do Marfim), Bamaco (Mali) e Freetown (Serra Leoa), todos países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

Spencer Lima indicou que a empresa, que dispõe de apenas um avião ATR, está neste momento em negociações para obter o certificado que lhe permitirá voar para as seis capitais de outros tantos países da CEDEAO.

Numa fase posterior, quando chegar o segundo novo aparelho, ainda sem data, a Halcyonair pretende ligar Cabo Verde às ilhas Canárias (Espanha), bem como a outros destinos europeus e americanos, se a oportunidade surgir.

A Halcyonair nasceu da vontade dos seus promotores em criar uma companhia aérea alternativa no mercado cabo-verdiano, onde apenas operava a transportadora aérea estatal, os TACV. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH