Ministro da Indústria de Angola afirma ser necessário diversificar sector industrial

11 January 2010

Luanda, Angola, 11 Jan – O Ministério da Indústria de Angola pretende diversificar o sector durante o ano em curso com a criação de indústrias têxteis, cafeícolas, alimentícias, de materiais de construção civil, moagens e serrações, afirmou sexta-feira, em Luanda, o ministro Joaquim David.

O ministro disse também haver necessidade de se executar projectos nas 18 províncias do país, de modo a diminuir-se o índice de dependência nos sectores petrolífero e diamantífero.

Questionado sobre o investimento nos pólos industriais por criar em Angola, disse virem a consumir, na sua primeira fase de execução, entre 25 a 50 milhões de dólares cada, esperando-se um crescimento constante para impulsionar o arranque da actividade empresarial nestes locais e a criação de mais infra-estruturas.

O governante avançou a disponibilidade financeira para se investir em mais de metade dos projectos em curso, pois a resposta da comunidade bancária ao programa executivo do sector, aprovado pelo Conselho de Ministros, manifesta-se positiva, fundamentalmente devido ao apoio e suporte do governo central.

De acordo com o interlocutor, está a decorrer a execução do pólo de Cabinda, do Soyo (Zaire), de Lucala e Dondo (Kwanza Norte), Cunge (Bié) e Caála (Huambo), parte dos nove por criar dentro do programa executivo actual, já com condições de financiamento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH