Variedade de café de Angola poderá integrar projecto regional “café gourmet”

15 January 2010

Luanda, Angola, 15 Jan – A variedade de café angolano Amboim poderá ser aproveitada para o projecto africano de produção de “café gourmet”, com início previsto para este ano, disse quinta-feira em Luanda a secretária-geral da Organização Inter-africana do Café (OIAC).

Numa palestra sobre “A situação da cafeicultura em África – os desafios do futuro e a sua contribuição no desenvolvimento”, Josefa Leonel Correia Sacko adiantou que a OIAC vai cooperar com o Instituto Nacional do Café de Angola para determinar como e onde será executado o projecto “café gourmet”, uma iniciativa do Uganda.

“Em Setembro de 2009, numa das reuniões da OIAC em Londres, o Uganda apresentou um projecto sobre o “café gourmet” e os membros presentes decidiram seleccionar Angola e a Tanzânia para integrarem o programa e dotá-lo de um carácter regional”, recordou Josefa Sacko.

Sobre outros projectos para Angola, a responsável salientou que a OIAC tenciona incluir o sector cafeeiro angolano nos seus projectos de criação de centros de excelências de conservação de germo-plasmas, com vista a fornecer o material genético para os referidos bancos.

Por seu turno, o vice-ministro da Agricultura de Angola, Zacarias Sambeny, recordou que Angola foi, no passado, o quarto produtor mundial de café, produção que proporcionava um rendimento anual superior a 300 milhões de dólares.

Por isso, disse, o Ministério da Agricultura traçou políticas e projectos que se espera conduzam à retoma, relançamento e comercialização do café, actividade que desempenha um papel preponderante na criação de postos de trabalho, bem como na geração da riqueza. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH