Brasileira Petrobras pretende vender mais petróleo na Ásia

19 January 2010

Singapura, 19 Jan – A estatal brasileira Petrobras está a projectar vender até 2 milhões de barris de petróleo para a Ásia em cada 60 dias utilizando os tanques de armazenamento que possui na ilha japonesa de Okinawa, informou a agência noticiosa Reuters.

Citando fontes do sector, a agência adianta que a Petrobras pretende enviar um petroleiro de grande porte VLCC (Very Large Crude Carrier) de Roncador para Okinawa a partir de Março, com subsequentes envios da mesma dimensão a cada dois meses, no âmbito de uma nova estratégia comercial.

Tal frequência pode elevar em mais de 33 mil barris por dia as vendas da empresa brasileira aos clientes asiáticos, com o primeiro carregamento a poder chegar a Okinawa no final de Março ou início de Abril.

O petróleo brasileiro é um bom produto para as necessidades asiáticas, porque a China e a Coreia do Sul desenvolveram nos últimos anos melhorias que permitem processar petróleo mais pesado.

A estratégia de exportação vai ajudar a Petrobras a dividir os embarques transoceânicos em navios menores, atendendo a refinarias que não tem instalações portuárias para receber VLCC no Japão, Coreia, China e Malásia.

Em Fevereiro de 2009, o Brasil assinou um acordo com a China para fornecer 100 mil a 160 mil barris de petróleo por dia e espera obter até 10 mil milhões de dólares em empréstimos para ajudar a desenvolver as suas reservas petrolíferas.

A Petrobras pode ainda eventualmente avaliar o envio a Okinawa do petróleo que extrai no oeste da África, ainda que essa não seja a estratégia inicial para 2010, disseram as fontes. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH