Governo de Cabo Verde abre concurso para construção de três barragens financiadas por Portugal

22 January 2010

Praia, Cabo Verde, 22 Jan – O governo de Cabo Verde lança na próxima semana um concurso internacional para a construção de três barragens para a retenção de águas pluviais, informou quinta-feira na Praia o presidente do Instituto Nacional de Gestão de Recursos Hídricos.

António Pedro Borges adiantou que as barragens a construir serão financiadas por Portugal no âmbito de um pacote financeiro de 100 milhões de euros.

O arranque das obras, que permitirão a retenção de grandes quantidades da água da chuva que se perdem no mar, está previsto já para o primeiro trimestre deste ano, assegurou António Pedro Borges, indicando que, no prazo máximo de dois anos, duas dessas barragens estarão concluídas.

O pacote financeiro concedido pelo governo português prevê ainda, além das três barragens, o desenvolvimento de projectos nas áreas das energias renováveis, a construção de diques de correcção torrencial e ainda a realização de 70 furos de captação de água no subsolo, de modo a permitir mais recursos para irrigar áreas ciclicamente afectadas por secas prolongadas.

A barragem de Poilão, construída por técnicos chineses na bacia hidrográfica de Ribeira Seca, permite a irrigação de 65 hectares de terrenos e proporciona emprego a centenas de famílias das localidades vizinhas.

A infra-estrutura hídrica tem 26 metros de altura, 15 metros de comprimento e uma albufeira com capacidade para armazenar 1,7 milhões metros cúbicos de água, que encheu totalmente pela primeira vez em Setembro de 2009, garantindo água para a agricultura da região nos próximos dois anos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH