Banco Comercial do Atlântico, Cabo Verde, pondera aumento de capital

25 January 2010

Praia, Cabo Verde, 25 Jan – A nova administração do Banco Comercial do Atlântico está a ponderar a possibilidade de proceder a um aumento de capital este ano, afirmou sexta-feira na Praia o novo presidente da instituição, do grupo estatal português Caixa Geral de Depósitos.

A intenção foi manifestada por Joaquim de Sousa durante a apresentação da nova administração do BCA, instituição bancária que detém a maior quota de mercado em Cabo Verde, sem que tenha avançado com quaisquer números.

O anterior aumento de capital ocorreu em Março de 2009 e o então presidente, João Real Pereira, considerou-o um “sucesso”, tendo a procura mais que do duplicado a oferta, uma vez que foram colocadas à disposição dos interessados 324.765 acções, no valor nominal de 1.000 escudos cabo-verdianos (9,06 euros) para um total de 745.611 pedidos.

Na altura, a estrutura pouco mudou, uma vez que o agrupamento Caixa Geral de Depósitos/Banco Interatlântico continuou como o maior accionista.

Na apresentação da nova administração, Joaquim de Sousa indicou que se prevê que 2010 seja um ano de consolidação do mercado e de apoio às empresas cabo-verdianas, tendo em conta a reserva que ainda se mantém face à crise internacional.

O BCA ainda não dispõe dos resultados relativos a 2009, mas, em 2008, obteve lucros líquidos de 975,5 milhões de escudos cabo-verdianos (8,84 milhões de euros), um aumento de 50,19 por cento em relação a 2007, quando atingiram 649,5 milhões escudos (5,89 milhões de euros). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH