Governo de Moçambique aprovou projecto de investimento da portuguesa Portucel

25 January 2010

Setúbal, Portugal, 25 Jan – O governo de Moçambique aprovou o projecto “Portucel Moçambique”, informou sexta-feira em Setúbal a Portucel – Empresa Produtora de Pasta e Papel, nos termos de uma notificação enviada Centro de Promoção de Investimentos de Moçambique.

De acordo com uma comunicação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a empresa informa que a aprovação do governo de Moçambique inclui uma autorização provisória à Portucel do direito de uso e aproveitamento de terra, relativo a uma área de 173 mil hectares na província da Zambézia, destinada à silvicultura, assim como um conjunto de benefícios associados a eventuais investimentos industriais que a Portucel venha a decidir desenvolver em Moçambique.

A mesma Resolução inclui igualmente o direito de uso e aproveitamento de uma área adicional de 220 mil hectares, na província de Manica, logo que concluídas as formalidades em curso.

Esta aprovação vem no seguimento do acordo de princípios celebrado com o governo de Moçambique, comunicado ao mercado em 28 de Agosto de 2008, altura em que a Portucel anunciou que iria concretizar naquele país “um projecto de investimento de desenvolvimento florestal, de produção de pasta e produção de papel”, sendo que a fábrica teria “uma capacidade de produção não inferior a um milhão de toneladas por ano”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH