Grupo de Angola investe no engarrafamento de água mineral

5 February 2010

Luanda, Angola, 5 Fev – O grupo angolano Mostratus pretende produzir 100 milhões de litros de água mineral “Cristalina” este ano em Angola, o que corresponde a um crescimento anual de 80 por cento, afirmou o director jurídico e administrativo, João Pinto, ao jornal O País.

Para o arranque da primeira fase do projecto, a Mostratus investiu mais de 10 milhões de dólares, localizando-se a nova unidade de enchimento na província do Bengo, município de Masoso, a 50 quilómetros de Luanda, numa área de 23 hectares, dando emprego directo a 48 trabalhadores.

A nova unidade industrial conta com máquinas de última geração, abarcando quatro sectores fundamentais, nomeadamente de transformação dos recipientes, com uma capacidade de processamento de 3.000 garrafas por hora, uma zona de enchimento, com capacidade para sete mil litros por hora, estando os outros sectores virados para a aplicação das datas de fabrico e prazo de validade.

Toda a matéria-prima, exceptuando a água mineral, é importada de Portugal, desde o cartão à cápsula.

A água Cristalina está no mercado há três meses e é distribuída em sete províncias, nomeadamente Luanda, Benguela, Huambo, Kwanza Sul, Huíla, Malanje e Lunda Sul.

Para além da unidade fabril, o grupo está envolvido em outros negócios como a importação, exportação e construção civil tendo João Pinto adiantado “temos outros negócios em paralelo, mas, de momento, estamos mais concentrados na indústria.” (macauhub)

MACAUHUB FRENCH