China vai concorrer ao comboio de alta velocidade do Brasil

9 February 2010

São Paulo, Brasil, 9 Fev – O Ministério dos Caminhos-de-Ferro da China criou um grupo de trabalho para preparar uma proposta para concorrer à construção da primeira linha ferroviária de alta velocidade do Brasil, informou o jornal Estado de São Paulo.

O comboio de alta velocidade, que irá ligar Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, terá uma extensão de 510,8 quilómetros que percorrerá a uma velocidade entre 300 e 350 quilómetros por hora e será uma das obras mais dispendiosas de sempre do Brasil com um investimento estimado em 34600 milhões de reais (cerca de 19200 milhões de dólares).

O grupo de trabalho ministerial chinês é liderado por Wang Xiaozhou, que esteve no Brasil em Novembro de 2009 e que em 22 de Janeiro se reuniu em Pequim com o embaixador brasileiro na China, Clodoaldo Hugueney.

Em declarações ao Estado, o embaixador disse que os chineses pretendem fazer outra visita ao Brasil “em breve”. Pelo cronograma de Brasília, o edital da licitação será publicado em Fevereiro e o vencedor do concurso público internacional será conhecido em Maio.

O jornal adianta que o grupo de trabalho chinês procura actualmente empresas brasileiras das áreas de construção e consultoria para integrar o seu consórcio, que o crédito deverá ser garantido pelo Banco de Desenvolvimento da China e que, além da instituição financeira, deverão participar no consórcio empresas produtoras de vagões e de equipamentos ferroviários. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH