Concessionária vai fazer mais dois furos no bloco de Inhaminga, Moçambique

9 February 2010

Maputo, Moçambique, 9 Fev – A prospecção e pesquisa de hidrocarbonetos iniciadas em 2009 no bloco de Inhaminga deverão terminar este ano com a abertura de mais dois furos, afirmou o director dos Recursos Minerais e Energia da província de Sofala, Júlio Mahumane.

Os trabalhos estão a ser efectuados, nos termos de um contrato assinado em 2003, pela multinacional norueguesa DNO (Det Norske Olse-Selskap) ASA Mozambique que se encontra actualmente envolvida na desminagem dos locais abrangidos pelo projecto, na abertura de acessos e na obtenção de dados sísmicos.

Para os trabalhos de desminagem a DNO ASA Mozambique contratou empresas em Moçambique e na África do Sul, casos da Integra e da Mechen, enquanto que a parte sísmica foi entregue à empresa canadiana Harmattan FZC, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

No passado, a DNO ASA Mozambique, na qualidade de concessionária e operadora do bloco, levou a cabo diversas actividades de pesquisa de hidrocarbonetos, incluindo a aquisição de estudos sísmicos em 2D, a abertura de três furos, levantamento de dados aero-magnéticos e trabalhos de amostragem geoquímica no interior dos distritos de Dondo e Muanza, em Sofala.

Não obstante os esforços e investimentos realizados, as operações ainda não resultaram em descobertas, permitindo, porém, à empresa uma melhor avaliação do potencial do bloco de Inhaminga.

Este facto motivou, mais uma vez, que a DNO continuasse com os trabalhos de pesquisa e a considerar para este ano investimentos adicionais, visando testar o potencial remanescente e possibilidades de existência de hidrocarbonetos neste bloco. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH