Exploração de cobre vai recomeçar nas minas do Mavoio, Angola

12 February 2010

Luanda, Angola, 12 Fev – A exploração de cobre nas minas do Mavoio, província angolana do Uíge, vai iniciar-se este ano, disse Lourenço Baptista Mahamba, da Secretaria de Estado de Geologia e Minas, citado pelo Jornal de Angola.

A região mineira de Mavoio, que compreende uma área territorial de cerca de dez mil quilómetros quadrados, aglutinando os municípios do Bembe, Damba e Maquela do Zombo, contou com um investimento, na fase de prospecção, de cerca de 22 milhões de dólares.

De acordo com as previsões técnicas apresentadas pelas empresas detentoras da licença para a prospecção, exploração e produção do cobre na região de Mavoio, está prevista uma produção mensal de mais de 20 mil toneladas de cobre puro.

Lourenço Mahamba, que foi vice-ministro da Geologia e Minas no anterior Governo, revelou que a fase de prospecção, iniciada há dois anos por duas empresas de direito angolano, a AP Services e a Genius Mineral, dão certezas de que as regiões são ricas em cobre.

Na região mineira de Mavoio, além da confirmação da existência de grandes quantidades de cobre, estão, também, confirmadas, pela AP Services e pela Genius Mineral, a existência de calcite, ferro, pirite e enxofre.

A área mineralizada parte da fronteira com a República Democrática do Congo (RDC) até ao sul do município do Bembe.

O Jornal de Angola cita o ancião Pedro Paulo, 90 anos, antigo funcionário da mina de Mavoio, entre 1945 e 1972, altura em que a mina e a vila mineira foram abandonadas, para afirmar que tinha sido comprovada a existência de ouro e, provavelmente, de diamantes.

A mina do Mavoio, paralisada desde 1972, tinha mais de três mil funcionários e a produção era estimada em mais de 30 mil toneladas de cobre por ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH