Obras de remodelação do cais do Porto Novo, Cabo Verde, iniciam-se em Maio próximo

12 February 2010

Porto Novo, Cabo Verde, 12 Fev – A primeira fase das obras de remodelação e ampliação do porto do Porto Novo vai ter início em Maio próximo, disse o delegado da Empresa Nacional da Administração dos Portos (Enapor) em Santo Antão, Jorge Pimenta Rodrigues.

O projecto, estimado em 24 milhões de euros (2,6 milhões de contos), consiste no enchimento da parte de acostagem e da parte traseira do porto, o que vai permitir a expansão dessa infra-estrutura portuária, que passar a ter capacidade para receber, ao mesmo tempo, dois navios “roll-on/roll-off” e mais duas embarcações de menor dimensão.

Com 273 metros de comprimento, o cais do Porto Novo, construído em 1962, passará a dispor, com a excussão do projecto, de uma área de 323 metros de comprimento, ou seja vão ser construídos mais 50 metros, dotando assim o porto de melhores condições para as operações de navios e de armazenamento.

Jorge Pimenta Rodrigues disse à agência noticiosa cabo-verdiana Inforpress que já está encontrado o consórcio que vai executar as obras, formado pelas empresas SETH-OFM/Irmãos Cavaco (Portugal) e Empreitel Figueiredo (Cabo Verde), que chegará a Santo Antão em Março próximo.

O contrato de adjudicação entre o governo de Cabo Verde e o referido consórcio deverá ser assinado ainda no decorrer desta semana.

Nesta primeira fase do projecto, cujo período de execução é de 20 meses, vão ser construídos uma gare marítima para passageiros, um parque de viaturas, duas rampas para navios roll-on/roll-off, além de outros espaços como armazém, edifício administrativo e garagem.

A segunda fase do projecto, cujo período de execução não está ainda definido, prevê o alargamento do cais em mais 130 metros, a construção de uma avenida que ligará o porto ao centro da cidade do Porto Novo, um cais de pesca, espaço de recreio náutico e um miradouro com restaurante.

O Governo estipula para os próximos três anos um investimento no sector portuário a rondar 300 milhões de euros (cerca de 33 milhões de contos) e, além do Porto Novo, incluem-se nesse pacote os portos da Praia, Palmeira (Sal), Sal-Rei (Boa Vista) e Vale dos Cavaleiros (Fogo). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH