Timor-Leste com dificuldades em atingir Objectivos de Desenvolvimento do Milénio

18 February 2010

Manila, Filipinas, 18 Fev – Timor-Leste é o país do Sudeste asiático com mais dificuldades no cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas quarta-feira divulgado em Manila.

Intitulado “Realizar os Objectivos do Milénio em era de incerteza global”, o documento dá conta do progresso da campanha na região Ásia/Pacífico e avalia o impacto da actual crise económico-financeira no cumprimento dos ODM, com recurso à evolução de 21 das 60 variáveis oficiais que os integram.

No subconjunto regional de Timor-Leste – o Sudeste asiático – quase todos os Estados entregaram informação em mais de 80 por cento dos indicadores tendo as excepções sido dois Estados ricos, Brunei e Singapura, e dois pobres, Timor e Birmânia.

Da informação timorense extrai-se que o país deve alcançar as metas estipuladas antes da data definida (2015) em dois indicadores do sétimo objectivo, relativo à sustentabilidade ambiental: áreas protegidas e emissões de dióxido de carbono.

Dificuldades são também identificadas noutras variáveis, esperando-se o cumprimento das metas só depois de 2015. São os casos da mortalidade infantil e da mortalidade de crianças até aos cinco anos, bem como do acesso a água potável.

Os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio foram definidos no quadro da ONU e visam um conjunto de 60 indicadores agrupados em sete áreas – fome e pobreza extrema, educação universal, igualdade de género, saúde infantil, saúde maternal, HIV/sida e sustentabilidade ambiental – a que se juntam ainda outros agrupados sob o tema “parceria global para o desenvolvimento”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH