Moçambique quer transformar províncias de Cabo Delgado, Niassa e Nampula em destino turístico internacional

24 February 2010

Maputo, Moçambique, 24 Fev – O plano director do Projecto Arco Norte encontra-se numa fase bastante avançada da sua preparação devendo, em breve, ser apresentado publicamente, disse à macauhub em Maputo o director-geral do Instituto Nacional do Turismo (Inatur) de Moçambique.

O Projecto Arco Norte é um programa de assistência técnica do governo dos Estados Unidos da América ao governo moçambicano que visa transformar as três províncias do norte do país – Cabo Delgado, Niassa e Nampula – num destino turístico internacional.

“Esperamos para os próximos meses a conclusão do plano director”, disse à macauhub Bernardo Dramos, para acrescentar que já existe o primeiro relatório preliminar, que dá uma ideia do que vai ser o plano director, “mas estamos a ver aspectos técnicos, estamos a fazer algumas correcções”.

Dramos adiantou que para este projecto em particular “já há vários investidores interessados”, que aguardam apenas a publicação do plano director para darem início aos seus investimentos.

O norte de Moçambique é potencialmente rico nos seus recursos marinhos e pode vir a tornar-se com os investimentos previstos um destino turístico mundialmente reconhecido.

Actualmente, a região norte de Moçambique possui apenas cerca de 300 quatros de nível internacional espalhados por doze propriedades, sendo que a maior desta é o Pemba Beach Hotel, localizada em Pemba, na província de Cabo Delgado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH